Urbs faz sanitização de pontos de ônibus em Curitiba

 

Depois dos terminais e estações-tubo, a Urbanização de Curitiba (Urbs) vem fazendo o trabalho de assepsia nos pontos de ônibus metálicos na capital. A limpeza já foi realizada em 666 pontos, de um total de 2.640 pontos que serão sanitizados.

O reforço na higienização é para evitar a propagação da covid-19 em locais de grande circulação, como espaços ligados ao transporte público da capital, segundo o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto. Por dia, 270 mil pessoas usam os ônibus na cidade.

“A pandemia exige que, além da limpeza tradicional, que continua a ser realizada em todos os pontos do transporte coletivo, façamos essas operações de desinfecção de forma a minimizar o risco de contágio da população pelo novo coronavírus”, afirma.

Os profissionais de limpeza utilizam pulverizadores costais com hipoclorito de sódio e peróxido de hidrogênio para lavar pontos de contato, cobertura e apoios e, com isso, ajudar a reduzir a velocidade de circulação de agentes infecciosos.

O serviço está sendo executado pela empresa Climax 8 Prestação de Serviços. O peróxido de hidrogênio, produto conhecido pelo poder desinfetante e de desinfecção, está sendo doado pela Peróxidos do Brasil.

Nos pontos, a limpeza está sendo realizada de dia e a aplicação dura cerca de 15 minutos. Os passageiros podem utilizar o espaço normalmente após a desinfecção.

O trabalho de assepsia nos pontos de ônibus e estações-tubo de Curitiba têm sido uma das principais ações da Prefeitura de Curitiba durante a pandemia. Já foram higienizados os 21 terminais da cidade, mais o terminal metropolitano do Guadalupe e a Rodoferroviária.

Além de locais ligados ao transporte público, o município vem fazendo a sanitização de unidades municipais e órgãos de secretarias. Entre abril e junho, o serviço foi feito em mais de 1.100 unidades municipais, numa área maior do que um milhão de metros quadrados.

Fonte: Prefeitura de Curitiba