Sorteios do Nota Curitibana serão retomados em dezembro

 

Os sorteios do Nota Curitibana, suspensos por conta da pandemia e do período eleitoral, serão retomados em dezembro com dois eventos: o primeiro no dia 8/12 e o segundo no dia 15/12. Esse último terá o grande prêmio de Natal, no valor de R$ 150 mil.

Apesar da suspensão dos sorteios, as notas pedidas nos últimos meses estão valendo, explica o coordenador do programa, Mario Nakatani Junior.

“Quem pediu nota fiscal não precisa ficar preocupado, elas valerão para os sorteios previstos no novo calendário”, diz.

As notas pedidas entre fevereiro e setembro de 2020 valerão para ao sorteio do dia 8/12. Para o grande sorteio de Natal, em 15/12,  serão consideradas as notas pedidas em outubro de 2020.

O programa Nota Curitibana, lançado em 2018, já distribuiu R$ 6,4 milhões em prêmios, com 64.823 participantes e 32 entidades de assistência social contemplados. São 141.725 estabelecimentos emitentes de notas cadastrados e 172 instituições cadastradas. O número de cadastrados participantes dos sorteios é de 140.856.

Como participar

Para participar dos sorteios, o contribuinte precisa fazer um cadastro no site do Nota Curitibana ou no aplicativo Nota Curitibana, disponível nos sistemas Android e iOS, e informar o CPF na emissão da nota fiscal.

Cada mês são sorteados prêmios principais de R$ 50 mil, R$ 20 mil e R$ 10 mil, além dos prêmios de R$ 150 mil no Aniversário de Curitiba e no Natal.

Ao se cadastrar, o contribuinte pode indicar uma entidade social para também receber um prêmio se ele for sorteado. O prêmio do ganhador não é dividido com a entidade indicada. O vencedor recebe o valor completo a qual foi sorteado e as entidades recebem R$ 25 mil (caso tenha sido indicada pelo primeiro colocado), R$ 10 mil (pelo segundo) ou R$ 5 mil (pelo terceiro).

É possível pedir o CPF na nota em estabelecimentos do setor de serviços, como oficinas mecânicas, escolas, cursos educacionais, academias, gráficas, salões de beleza, pet shops, estacionamentos.

A cada consumo do serviço é gerado um bilhete na primeira nota fiscal eletrônica do mês, independentemente do valor, e, na sequência, um cupom a cada R$ 50, com validade para o mês do respectivo sorteio. 

Além dos prêmios, os participantes podem usar os créditos para abater até 50% do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). O prazo para a utilização dos créditos se encerra em 30 de novembro.

Covid-19

Com a pandemia de covid-19, o calendário de sorteios foi suspenso em março. Na ocasião, a Loteria Federal, da Caixa Econômica Federal, que serve de base para o sorteio do programa curitibano, foi interrompida.

Em julho foi realizado o sorteio de número 26, mas o cronograma foi paralisado novamente por conta das restrições do período eleitoral.

O sorteio de julho teve como ganhadores Lucas Eduardo da Silva Rúbio, com o prêmio de R$ 50 mil; Carlos Alberto Costa ( R$ 20 mil); e Silvia Aksman (R$ 10 mil). O Pequeno Cotolengo, entidade indicada por Costa, recebeu R$ 10 mil.