Portal CTBA

Servidores, aposentados e pensionistas podem fazer compras no Armazém da Família

 

Servidores municipais, aposentados e pensionistas que tenham renda de até R$ 5.500 podem fazer compras nos Armazéns da Família de Curitiba. A mudança do valor se deve à atualização do salário mínimo nacional que é de R$ 1.100 desde o início de janeiro.

A faixa salarial autorizada a comprar nos Armazéns é a mesma para todos os que queiram fazer compras nas unidades, de cinco salários mínimos.

Os 34 Armazéns da Família garantem preços cerca de 30% menores do que os praticados no mercado. Dentre os produtos vendidos estão gêneros alimentícios e produtos de higiene e de limpeza.

Boa nova

A professora Daniela Caron Martins, servidora há quase 14 anos, comemorou a nova possibilidade de compra nos Armazéns da Família. Antes, para utilizar as unidades era considerada a renda familiar. Desde junho de 2020, é levada em conta a renda do servidor. 

Além do vencimento básico, são considerados os adicionais fixos. O valor da função gratificada, no caso dos que recebem a gratificação, não entra no cálculo.

“Há muitos anos, cheguei a ter a oportunidade de comprar nos Armazéns. Comparando com aquela época, eles estão muito bons em termos de qualidade dos produtos, oferta das marcas e o preço, que é bem menor do que nos outros mercados”, comparou.

Ela diz que, com a economia, consegue comprar mais produtos de limpeza, por exemplo. “Eles costumam ser mais caros e agora são primordiais”, declarou a servidora, que faz suas compras no Armazém da Família Vila Oficinas, perto de sua casa.

Como começar a comprar

Os servidores que estão dentro da faixa de renda definida já são cadastrados automaticamente. O cadastro é atualizado mensalmente. Estão nesta condição cerca de 33 mil pessoas, entre servidores ativos, aposentados e pensionistas.

A recomendação é que, antes de fazer a primeira compra, o servidor entre em contato com a central de cadastro da Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional para verificar se seu cadastro está atualizado. O telefone para a verificação é 3350.3890. Depois, basta ir ao Armazém mais próximo e fazer suas compras, informando apenas o CPF.

Os servidores podem cadastrar seus familiares mais próximos, como cônjuge e filhos, mas neste caso, a renda do familiar será levada em consideração. É preciso ter renda de até R$ 5.500 para fazer compras nas unidades.

Cartão Qualidade é aceito

A compra pode ser paga com o uso do Cartão Qualidade, que permite ao servidor descontar, de forma consignada, na folha de pagamento.

As compras mensais feitas nos Armazéns estão limitadas a R$ 1.100, valor equivalente a 20% da renda mensal familiar destinada a gastos com alimentação e produtos de primeira necessidade.

Atualmente, o programa beneficia em média 15 mil servidores por mês. Eles fazem parte do grupo de 260 mil famílias que estão cadastradas no programa.

Dietas especiais

Independentemente da renda do servidor, todos podem adquirir produtos para dietas especiais, como intolerância ao glúten, lactose, alergia à proteína do leite e diabetes.

Para isso, basta ter o cadastro no Programa Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. Para se cadastrar, a pessoa terá que incluir nos campos de documentação o laudo ou atestado médico comprovando que tem intolerância ou doença crônica. Acesse aqui para mais informações sobre o cadastramento. 

Confira a lista dos endereços dos Armazéns e outras informações.

 

Sair da versão mobile