Região do São Braz ganha unidade do Armazém da Família

 

 

Fazer as compras a poucos minutos de caminhada de casa. Esse é o grande benefício do novo Armazém da Família São Braz para a dona de casa Marlene Aparecida Cassiano. E também para uma série de pessoas na comunidade que estiveram na inauguração do local, na manhã deste sábado (7/3).

“Vou até poder trazer o meu filho junto para fazer as compras”, disse. Mãe de uma menina de 6 meses e de Jorge, de 3 anos, com síndrome de Down, ela foi ao Armazém com a mãe, Aurora, e a sobrinha Luiza, de 8 anos, e aproveitou para levar arroz, farinha e outros itens essenciais para casa.

Com 292,30 m² de área, o Armazém fica na Rua Antônio Scorsin e é a 34ª unidade do programa em Curitiba. Vai atender os bairros São Braz, Santo Inácio e Orleans.

Para o prefeito Rafael Greca, os armazéns da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional são importantes por proporcionar alimentação de qualidade a preços mais baixos às famílias de Curitiba que recebem até cinco salários mínimos.

“É uma forma de a cidade estar presente onde o povo está e cuidar da saúde e do bem-estar das pessoas”, destacou. “Queremos que todos comprem bem e comam bem. Que o pão de cada dia seja aqui buscado, compartilhado e não falte a ninguém”, completou.

Sonho realizado

De acordo com o secretário Luiz Gusi, a instalação da nova unidade foi uma demanda da população nas audiências do Fala Curitiba de 2019 e amplia para cinco mil famílias o benefício de comprar os produtos até 30% mais baratos.

“São 315 itens, incluindo 30 da agricultura familiar de Curitiba e da Regiao Metropolitana, o que o prefeito chama de Mercado Comum Metropolitano”, contou.

Na visão do representante da Associação Comunitária Vila Real, Antônio Prim, abrir o Armazém da Família é um sonho realizado. “Todos nós que corremos atrás desse benefício estamos felizes e agradecidos por vê-lo concretizado”, reconheceu.

Entre os responsáveis pelos pedidos estava a aposentada Maria Constância Gebur, chamada de “formiga” pelo vereador Mauro Ignácio, em razão da sua incansável atuação comunitária.

“Valeu a pena, esse armazém é um benefício caído do céu”, comemorou, ao contar que vai aproveitar suas caminhadas para passar fazer as compras no Armazém da Família São Braz.

Novos clientes

Além dos consumidores já cadastrados, muita gente aproveitou para se informar sobre como começar a comprar no Armazém. Preocupada com a alimentação do bebê que tem em casa, Ana Flávia Pires foi conhecer os itens que o mercado oferece.

“Moro a dez minutos daqui e sei que quanto melhores as escolhas que fazemos, melhor a alimentação das crianças”, disse.

Famílias com renda de até cinco salários mínimos podem utilizar o benefício mediante cadastro, que pode ser pelo site da Prefeitura ou pelo aplicativo 156 App. Quem não tem computador pode ir até as Ruas da Cidadania.

O programa

Os Armazéns da Família funcionam em 34 pontos de Curitiba e em dez municípios da Região Metropolitana. São beneficiadas 270 mil famílias na capital e 58,1 mil famílias na RMC. O programa completou três décadas no ano passado.

Presenças

Participaram os vereadores Sabino Picolo, presidente da Câmara Municipal, Maria Manfron, Mauro Ignacio e Bruno Pessuti. E os administradores regionais de Santa Felicidade, Simone da Graça das Chagas Lima, e do Portão, Gerson Gunha.