Prefeitura lança site inédito e aproxima os feirantes de seus clientes em Curitiba

Aproximar os feirantes de Curitiba de sua freguesia de forma virtual durante a pandemia do novo coronovírus. Essa é a proposta do inédito site Feiras Livres.  Lançado pela Prefeitura, nesta sexta-feira (1/5), o portal é administrado pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional e já tem cadastrados 107 comerciantes.

Moderna e bem otimizada, o site Feiras Livres reúne “bancas virtuais”, onde a população encontra hortifrutigranjeiros, carnes, pescados, frios, cereais e outros produtos comercializados, além dos contatos dos feirantes, como telefone, redes sociais e outras plataformas próprias de vendas. No momento da venda, feirante e cliente negociam diretamente por WhatsApp.

Não há qualquer custo para o feirante se cadastrar na vitrine virtual.

O secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, Luiz Gusi, lembra que todas as feiras estão funcionando normalmente, mas o novo site é uma alternativa para a população que prefere manter o isolamento social, mas não abre mão da qualidade dos alimentos frescos vendidos pelos feirantes da capital. “Por determinação do prefeito Rafael Greca, essa vitrine virtual é mais uma ação de segurança alimentar do município nesta época difícil”, reforça ele.  

O gerente da Unidade de Feiras, Luiz Maskow, destaca ainda que, para muitos feirantes, o cadastrado no site é o primeiro passo no comércio eletrônico. “Além disso, muitos já estão realizando entregas no sistema delivery como alternativa para as pessoas que não podem ter acesso ao local das feiras”, acrescenta ele.

A feirante Vanuza Stival de Jesus, 39 anos, é produtora de hortifrútis orgânicos há 19 anos em Almirante Tamandaré (na Grande Curitiba). “Foi uma ideia muito boa da prefeitura esse site. Trabalhamos com a agricultura familiar e essa divulgação vai nos ajudar muito com as nossas entregas”, comemora.

A feirante Wiviane Cavilio Tulio, 39 anos, que comercializa frutas e verduras, conta que não teve dificuldades para fazer o cadastro na vitrine virtual. “Está tudo bem simples e tranquilo de fazer. Já fazíamos a divulgação nas nossas redes sociais, então agora vai ficar mais fácil do pessoal encontrar a gente. Queremos nos adequar a este novo momento”, avalia.

Curitiba conta hoje com cerca de 350 feirantes, que se dividem nas feiras diurnas, noturnas, orgânicas e gastronômicas.

Cadastro simples

Para se cadastrar no site Feiras Livres, o comerciante vai encontrar uma plataforma com fácil acesso tanto para computadores como smartphones. Ao preencher os campos de cadastro, a aprovação é validada em até 24 horas. Após esse período, a banca on-line já estará disponível para a população acessar no portal.

O portal, desenvolvido pelo Instituto Cidades Inteligentes (ICI), apresenta uma área de busca por temas, onde o cidadão poderá encontrar tudo o que é vendido nas diversas feiras da cidade. Os campos vão desde alimentos prontos para consumo, hortifrutis, cereais, carnes, pescados até armarinhos, cosméticos e utilidades domésticas.

Fonte: Prefeitura de Curitiba