Memorial Paranista deve ser concluído em outubro

 

Devem ser finalizadas durante o mês de outubro as intervenções da área do Memorial Paranista, no Parque São Lourenço, uma homenagem ao movimento de mesmo nome e ao escultor João Turin. Os trabalhos passaram pela vistoria técnica da secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, e da sua equipe na manhã desta sexta-feira (14/8).  

“Ficamos satisfeitos em ver que o estágio das obras está bastante avançado”, avaliou a secretária, junto ao superintendente de Obras e Serviços, Reinaldo Pilotto, e ao diretor de Parques e Praças da Secretaria do Meio Ambiente, Jean Brasil. 

Já é possível ver a galeria, parte coberta do futuro Memorial, finalizada e na cor do pinhão – semente que é um dos símbolos do Movimento Paranista. Assim como a praça que faz a ligação da nova área ao restante do Parque São Lourenço, que conta com escadaria, rampas de acessibilidade e uma queda d’água. 

Seguem também as reformas dos equipamentos culturais existentes –  o Centro de Criatividade de Curitiba, o Teatro Cleon Jacques e a Casa da Leitura Augusto Stresser.

De acordo com Marilza, trata-se de um grande atrativo cultural e também turístico para a cidade de Curitiba. “Além da alusão ao movimento, estamos revitalizando todo o parque São Lourenço, para que a população tenha uma unidade de conservação ainda melhor quando passar a pandemia do novo coronavírus”, destacou. 

O projeto de revitalização do parque contempla macrodrenagem para contenção de enchentes, novos equipamentos de lazer, canteiros, calçadas e ciclofaixas de circulação externa e nova iluminação. Já foram realizadas uma série de melhorias na área do parque, como a ampliação das pistas de caminhada, reforma do playground e o plantio de 1,3 mil árvores nativas.

O São Lourenço é uma das unidades totalmente fechadas para circulação de pessoas como medida de prevenção à disseminação da covid-19.

Detalhes do Memorial

O projeto começou a ser elaborado em dezembro de 2017, com a assinatura do Decreto Municipal 2218/2017, que dispôs sobre a destinação do espaço para o Memorial na unidade de conservação. 

A parte interna do Memorial Paranista será acessada a partir de uma grande galeria, de aço e vidro, integrada ao conjunto revitalizado de edificações já existente.

A organização dos espaços e a distribuição das funções na área interna do Memorial vão orientar os visitantes sobre a arte da fundição, proporção, modelagem e técnica de esculturas. O Jardim das Esculturas, na parte externa, será composto de um jardim com elementos paranistas, fontes de água e paisagismo.