Greca defende protocolo conjunto de combate à covid-19 na Grande Curitiba

 

O prefeito Rafael Greca defendeu, nesta sexta-feira (15/5), em videoconferência promovida pela Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) com secretários estaduais, a criação de um protocolo conjunto de regras para auxiliar os municípios a estabelecerem normas específicas para o combate da covid-19 e uma futura flexibilização do isolamento social, considerando o cenário da pandemia do novo coronavírus.

“A Grande Curitiba é uma só e este protocolo conjunto deverá ser baseados em estudos científicos, nacionais e internacionais, além das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das secretarias estadual e municipais”, reforçou Greca.

O prefeito também disse que o protocolo só poderá ser criado e implementado após rigorosa avaliação do cenário de saúde pública da região. A capital deve ter em breve aumento do número de testes de pessoas sintomáticas.

Greca disse ainda que uma das alternativas seria a adoção de modelo similar ao do “distanciamento controlado” criado pelo governo do Rio Grande do Sul, que prevê que as regras de isolamento social serão flexibilizadas ou endurecidas periodicamente, de acordo com o avanço do novo coronavírus e cada cidade.

O estado gaúcho foi dividido em regiões e as medidas para cada uma delas têm como base a capacidade de atendimento do sistema de saúde e a velocidade de propagação do vírus. 

“Nossos técnicos estudam permanente as melhores soluções que possam ser implementadas por aqui”, justificou.

A proposta de Greca de criação de um protocolo conjunto foi aprovada e defendida por outros prefeitos da região. “Eu apoio a ideia do prefeito Rafael Greca, que é importante para barrar o avanço da doença em toda a região”, avaliou a prefeita de Colombo, Bete Pavin.

Presidente da Assomec, o prefeito de Fazenda Rio Grande, Marcio Wozniack, agradeceu a contribuição de Greca no encontro, ao propor o protocolo conjunto dos municípios da Grande Curitiba. “Só unidos podermos combater este vírus”, observou ele.

Transporte público

Os secretários estaduais Beto Preto (Saúde), João Carlos Ortega (Desenvolvimento Urbano) e Valdemar Bernardo Jorge (Planejamento) acompanharam a videoconferência, ao lado do presidente da Coordenação da Região Metropolitana (Comec), Gilson Santos.

Eles defenderam que medidas adotas por Curitiba sejam estendidas para outras cidades da região, como marcação de distância nos terminais e o trabalho de orientação aos passageiros feito por fiscais da Urbs, pela Guarda Municipal e por militares do Exército.

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba