Ciclistas do Boqueirão pedalam 700 km em ação solidária

Pedalar faz bem. Um trio de ciclistas que participa do Pedala Curitiba Boqueirão vai mostrar como a frase é duplamente verdadeira: além de o ciclismo melhorar a qualidade de vida, é um meio para fazer o bem. Eles vão usar as bikes para ajudar a pequena Ana Laura Santos de Castro, de 1 ano e 9 meses, que sofre de uma doença rara.

Nesta quarta-feira (10/6), o trio Valdinei Alves dos Santos, 39 anos, Marcelo Angelo Negri, 43 e Eduardo Stadiniski Hartmann, 32, iniciam uma jornada de solidariedade, em apoio à família da curitibinha. Vão pedalar 700 quilômetros, de Curitiba a Cascavel (Oeste), trocando quilômetro por doações.

“A intenção é chamar a atenção do maior número de pessoas para a situação da Aninha, que precisa de apoio constante”, destaca Santos.

A Ana Laura tem Atrofia Muscular Espinhal (AME), uma doença rara e degenerativa, que causa atrofia dos órgãos e exige uso de equipamentos constantes, como o respirador, e gera muitos gastos para a família, que mora no Santa Cândida.

“É muito bom saber que existem pessoas boas e dispostas a ajudar. Fiquei muito feliz quando vieram conhecer a Aninha”, fala a mãe de Ana Laura, Gabriele da Costa dos Santos, 20 anos.

Roteiro

A pedalada solidária vai passar por 17 cidades e durar quatro dias. Os preparativos estão sendo feitos há semanas, com a troca dos quilômetros por patrocínios. 

Os três ciclistas amadores contataram amigos e empresários em busca de apoio financeiro em troca dos quilômetros que serão rodados. Todas as contribuições serão repassadas à família de Ana Laura. 

No roteiro, o trio vai passar por Ponta Grossa, Carambeí, Castro, Tibagi, Caetano Mendes, Reserva, Três Bicos, Candido de Abreu, Manoel Ribas, Pitanga, Roncador, Nova Cantu, Campina da Lagoa, Ubiratã, Anaí, Corbélia. A chegada está prevista para o sábado (13/6), em Cascavel, com a recepção de ciclistas locais, respeitando o distanciamento social do período da pandemia do novo coronavírus. 

Primeiro contato

O trio conheceu a Ana Laura a partir de outros ciclistas do bairro, que já apoiam a família da curitibinha. 

O grupo Altimetria CWB tem feito ações para arrecadar doações em dinheiro, produtos e alimentos em auxílio da família. “Eles chegaram e ficaram para nos apoiar”, diz Gabriele, agradecida.

Ela e o marido, o vendedor Leonardo de Castro, atualmente precisam pagar o aluguel do estimulador de tosse para a menina e sessões de fisioterapia. O respirador é cedido pela Prefeitura. O tratamento para a doença é experimental, feito trimestralmente em São Paulo, sem custo. 

Pedala Curitiba

O Pedala Curitiba é programa da Prefeitura de Curitiba que promove a prática da atividade física com a bicicleta com programação nas noites de segunda a sexta-feira, em dois locais diferentes da cidade a cada dia da semana. Devido à pandemia da covid-19, as atividades estão temporariamente suspensas.

Fonte: Prefeitura de Curitiba